Buscar
  • Redação KML

Pequenos negócios lideram a retomada econômica em Minas Gerais

Balanço de geração de empregos e abertura de empresas no segmento ao longo do ano é positivo

A criação de pequenos negócios e a geração de empregos pelo segmento seguem positivas em Minas Gerais, de acordo com os últimos dados da Receita Federal e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério da Economia. Levantamento realizado pelo Sebrae Minas mostra que das cerca de 36 mil vagas formais de emprego criadas no estado em setembro, 62,8% (22.937) foram nas micro e pequenas empresas (MPE).



Já o número de pequenos negócios abertos em Minas Gerais até outubro é 1,31% maior que no mesmo período de 2019. São 291.545 novos CNPJs registrados este ano, entre microempreendedores individuais (MEI), microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP). Em relação a outubro houve uma queda de 28,79% na abertura e de 44% no fechamento de pequenos negócios no estado.

Os MEI correspondem a cerca de 84% do total de pequenos negócios abertos em Minas Gerais este ano, um crescimento de 2% na representatividade total de MPE em relação a 2019. São 243.891 novos registros nesta categoria entre janeiro e outubro, um aumento de 3,24% comparado ao mesmo período de 2019. Somente em outubro, foram 19.317 formalizações de MEI no estado.

A Indústria lidera a abertura de empresas no acumulado de 2020, com um crescimento de 13% em relação ao ano passado. Em seguida está o Comércio, com uma expansão de 0,68%. Os setores com os menores índices de encerramento de empresas são: Construção Civil (-13,73%), Comércio (-12,17%), Industria (-8,69%) e Serviços (-7,98%).

Geração de empregos

Em setembro, os resultados positivos de geração de empregos foram vistos em todos os setores, exceto na Agropecuária. As MPE da Indústria foram responsáveis por 6,6 mil das vagas geradas no mês, seguidas pelas do Comércio (6,3 mil), Serviços (6 mil) e Construção Civil (4,36 mil).

Obras de montagem industrial (1.102), construção de edifícios (765) e transporte rodoviário de carga (694) foram as atividades que tiveram o melhor saldo de empregos nas MPE naquele mês.

Todas as regiões do estado apresentaram resultado positivo na geração de postos de trabalho pelas MPE, com destaque para a Centro (8.476 vagas). Belo Horizonte registrou o maior saldo de empregos em setembro (4.015 vagas) e Três Marias o menor saldo (- 84 vagas).

Apesar do bom desempenho no mês de setembro, o saldo de empregos gerado pelas MPE nos nove primeiros meses do ano é negativo em Minas Gerais (-26.840 vagas). “As vagas perdidas nos meses de paralização das atividades ainda não foram totalmente recuperadas, mas os pequenos negócios vêm liderando a retomada econômica no estado”, avalia Afonso Rocha, superintendente do Sebrae Minas.


Sebrae Minas

0 comentário
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

Rua Bocaiuva, 100 - Bairro Santo Antônio

Pirapora MG - +55 (38) 3741-1398